Uma Nova Visão do Esporte


GP de Cingapura tem Vettel na frente mais uma vez

Na manhã deste domingo (22) o GP de Cingapura, o 13º GP da temporada 2013. Transmitida ao vivo no Brasil, as 9h, a corrida acontece a noite, em Cingapura. É o único GP noturno em seu tempo integral.


No grid de largada, Sebastian Vettel sai na frente mais uma vez. Esta é a sua 5ª pole na atual temporada. Na última corrida, no dia 08/09, o GP da Itália, Vettel largou em primeiro e garantiu a vitória.


Vale lembrar que no ano passado, Vettel também venceu a etapa de Cingapura, quando herdou a posição de Hamilton que parou na 23ª volta. O carro do inglês não engatou as marchas e ele não teve como continuar.


Assim ficou o grid* para a corrida deste domingo:


1) Sebastian Vettel (ALE/RBR) 1m42s841               

2) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1m42s932

3) Romain Grosjean (FRA/Lotus) 1m43s058

4) Mark Webber (AUS/RBR) 1m43s152  +0s311      

5) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1m43s254  

6) Felipe Massa (BRA/Ferrari) 1m43s890  

7) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1m43s938  

8) Jenson Button (ING/McLaren) 1m44s282  

9) Daniel Ricciardo (AUS/STR) 1m44s439  

10) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) sem tempo


11) Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) 1m44s555   

12) Jean-Eric Vergne (FRA/STR) 1m44s588      

13) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) 1m44s658  

14) Sergio Pérez (MEX/McLaren) 1m44s752      

15) Adrian Sutil (ALE/Force India) 1m45s185      

16) Valtteri Bottas (FIN/Williams) 1m45s388    

17) Paul di Resta (ESC/Force India) 1m46s121     

18) Pastor Maldonado (VEN/Williams) 1m46s619      

19) Charles Pic (FRA/Caterham) 1m48s111  

20) Giedo van der Garde (HOL/Caterham) 1m48s320       

21) Jules Bianchi (FRA/Marussia) 1m48s830      

22) Max Chilton (ING/Marussia) 1m48s930


* Informações do grid extraídas do site globo.com


Redação Esporte Vision
Fotos: Getty Images; Arte G1



Escrito por thays.news às 01h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


NEM TODO BRASILEIRO É SENNA. NEM TODO SENNA É AYRTON.

A comemoração foi grande, as expectativas mais ainda: Após conseguir uma ótima 7ª colocação no grid de largada, Bruno Senna mostrou que é sim melhor que Heidfeld, ou pelo menos nos fez pensar assim.

Mas, aí aquele velho azar que é companheiro apenas dos brasileiros e está constantemente na cola dos coitadinhos, viu um novo brasileiro na pista e não quis deixá-lo sem companhia. Na largada Bruno Senna bateu. Tá, ele não abandonou a corrida, mas causou um problemão tirando Alguersuari da corrida. Precisou trocar o bico do carro e ficou em último. Depois, acabou sendo punido com passagem pelos boxes e, recuperando posições, chegou em 13º.

Quando eu digo que o azar acompanha os brasileiros, não é exagero: Felipe Massa largou em 4º e não tinha desculpas para não se dar bem e chegar na frente de Alonso que largou em 8º, pensei. Na largada, o brasileiro foi pra segundo, mas não ficou lá sequer por dois segundos. Caiu pra 4º novamente. E quem estava logo atrás? Sim, o Alonso. Na volta de número cinco, Massa foi ultrapassado e, na tentativa de tomar a posição de volta, acabou sendo perdendo posição também para Hamilton. Só pra terminar tudo conforme a normalidade do azar, teve o pneu furado e precisou fazer um pit stop extra. Com muito sacrifício conseguiu chegar em 8º.

Barrichello foi se segurando como deu e, inclusive, segurou Felipe em determinado momento, mas no fim não teve jeito. O azar disse "querida, cheguei", Barrichello tocou Kobayashi (tava faltando ele), precisou trocar o bico do carro e terminou em 16º.


Escrito por thays.news às 16h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


NO GP DA HUNGRIA TEVE ATÉ POWER RANGER

Mais uma vez o GP da Hungria foi cheio de surpresas, como já era de se esperar. Button fez uma corrida espetacular e, com estratégia perfeita, venceu seu segundo GP da temporada. Ainda está bem distante do líder do campeonato, mas vem mostrando que ainda está na disputa. Em seu 200º GP, o inglês venceu, seguido de Vettel e Alonso.
Felipe Massa largou mal, como ele mesmo vinha prevendo. O brasileiro mencionou que é difícil largar do lado par da pista e o comentário acabou virando profecia. Em uma saída ruim, caiu pra 7º. Depois rodou na pista, bateu de leve no muro e perdeu mais posições. Chegou em 6º.
Alonso fez o que pôde com sua Ferrari e não deu azar. Só que a McLaren e a RBR ainda levam vantagem e 3º foi tudo o que ele conseguiu.
Hamilton tinha a corrida nas mãos, mas foi inventar de colocar pneus intermediários em um chuvisco super fraco e teve que trocar os pneus novamente. Pior que isso foi o drive through que ele teve que cumprir como punição pela manobra arriscada quando seu carro rodou na pista. Ontem o Felipe Massa não foi egoísta e dividiu o azar.
Nick Heidfeld teve azar também. O pit stop demorou além do que deveria, gerando um superaquecimento do escapamento. Na saída dos boxes a Renault pegou fogo e o piloto teve que encostar o carro e sair as pressas. Teve até explosão. Heidfeld não ficou ferido, então como já sabemos que ele está bem, vamos ao fato engraçado: A foto que tiraram dele pulando do carro. Sem mentiras, nem exageros, vamos admitir que está parecendo o Power Ranger Preto.
Foto: EFE
Bem, sempre que os Power Rangers venciam uma batalha, havia uma explosão. No caso da Renault, a explosão indicava a derrota.
Abaixo, os Power Rangers da Ferrari:
Então, vamos completar a lista:
2009: Acidente com Felipe Massa o afasta do campeonato.
2010: Rubinho Barrichello faz espetacular ultrapassagem sobre Schumacher.
2011: Renault de Nick Heidfeld pega fogo.


Escrito por thays.news às 14h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O QUE ACONTECE NO GP DA HUNGRIA?

O GP da Hungria apresenta alguns fatores agradáveis e desagradáveis para o Brasil. Foi lá que, em 2009, Felipe Massa foi atingido por uma mola que se soltou do carro de Barrichello,o que o deixou fora do campeonato. Também foi neste circuito que Barrichello fez uma belíssima ultrapassagem sobre Schumacher.
O GP no circuito de Hungaroring acontecerá no próximo domingo, 31/07 e promete muitas emoções, já que a RBR começa a ter rivais ameaçadores. Com as melhorias e avanços da McLaren e Ferrari, a liderança de Vettel não tem mais uma vantagem tão grande e, considerando que uma vitória garante 25 pontos, pode não demorar tanto para que alguém o alcance.
O recorde de volta mais rápida pertence a Schumacher, o que não é de se admirar. O alemão fez uma volta em 1:19.071 em 2004. Vettel seria capaz de alcançar este tempo? Acho pouco provável, mas não duvido de mais nada na Fórmula 1.
O circuito tem 4.381 km de extensão e, em um total de 70 voltas, resulta em 306.630 km percorridos ao final da corrida.
Tem que ter muito fôlego para aguentar e isso não falta a Alonso, Hamilton e Vettel que estão se doando por completo neste campeonato. Vamos aguardar para ver qual será a novidade deste ano.
Em meu próximo post completaremos a relação abaixo:
2009: Acidente com Felipe Massa o afasta do campeonato.
2010: Rubinho Barrichello faz espetacular ultrapassagem sobre Schumacher.
2011: ______________


Escrito por thays.news às 10h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


VETTEL FORA DO PÓDIO É A NOVIDADE DO GP DA ALEMANHA

Hamilton na frente, Vettel fora do pódio, dois pilotos em um único carro? É, prepare-se para saber o que aconteceu no GP da Alemanha 2011.

Vamos aos fatos mais básicos que todo mundo fala:

Massa largou mal. A verdade é que ele estava em uma boa largada, mas ficou preso atrás de Vettel, levou um chega pra lá e não conseguiu a ultrapassagem. A saída dele foi melhor, a aceleração do carro garantiria ultrapassagens nesta largada, mas Vettel não deixou e Felipe acabou perdendo posição para Rosberg. Atrás do alemão, que corria muito lento, o brasileiro foi se distanciando dos primeiros colocados e ficou bem pra trás.

Quem também saiu no prejuízo foi Mark Webber que largou lento e perdeu posição para Hamilton. Lá se foi a pole dele. Alonso forçou e ganhou o terceiro lugar de Vettel. E lá iam eles: Hamilton, Webber, Alonso, Vettel, Rosberg e Felipe. Nenhum na mesma posição em que largou.

Não houve fatos tão interessantes, mas algumas coisas curiosas merecem atenção:

1. Hamilton já estava triste sem vitórias. Chegou até a dizer que não havia mais chance alguma de vencer o campeonato. Bom, depois ele voltou atrás dizendo que ia lutar até o fim. Deve ter levado uma bronca dos chefes... Enfim, surgiu uma ponta de esperança já que ele acaba de assumir o terceiro lugar na classificação do Mundial.

2. Vettel, esteve no pódio por 12 GPs seguidos. Desde o GP da Coreia, em 2010, ele não ficava sem um troféu. Desta vez, chegou em 4º e não pôde aumentar a coleção.

3. Ao fim da corrida, Alonso estava ficando sem combustível. Acenou para Webber pedindo que esperasse, parou o carro e subiu na RBR. Foi uma carona boa porque eles estavam bem longe do pódio, além de gerar uma cena engraçada.

Foto: Getty Images

4. Felipe Massa não teve que entregar a posição pra ninguém no GP deste ano. A própria Ferrari fez isso por ele. Na última volta, ele e Vettel teriam que fazer um pit stop para cumprir regulamento que exige a utilização de dois tipos de pneus. Como os dois tinham usado apenas pneus macios, tiveram que parar para não serem desclassificados. Vettel vinha na cola de Massa que estava tentando manter a posição. Mas, como tudo acontece com Felipe Massa, no pit stop a Ferrari demorou e Vettel passou a frente, deixando Massa pra 5º. Azar, Felipe; azar!!

Alegria para uns, decepção para outros, o GP da Alemanha jám está sendo esquecido porque no próximo domingo, 31/07, será o GP da Hungria e todos já estão focados nas melhorias para tentar tirar Vettel do conforto em que está.



Escrito por thays.news às 13h13
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


ESTÁ CHEGANDO O DIA DE FERNANDO ALONSO!

A Espanha, ao longo do tempo, vem revelando suas estrelas que conquistam o mundo. Seja no teatro, na arte, na música ou no automobilismo, os espanhóis estão deixando suas marcas espalhadas com tantas conquistas.

Foi na Espanha que nasceu, em 25 de outubro de 1881, o tão famoso artista Pablo Picasso, autor de obras como Les Demoiselles d'Avignon, 1907.

Les Demoiselles d'Avignon

E quem não conhece o Zorro? Pois é, o defensor das classes inferiores foi interpretado também por Antonio Banderas, espanhol.

A. BanderasAntonio Banderas

E o melhor goleiro do mundo? Quem gosta e quem não gosta de futebol sabe que a Copa Mundial de 2010 foi conquistada pela Espanha e esse resultado teve grande colaboração do goleiro Iker Casillas.

CasillasCasillas 2

Quem faz muito sucesso por aí também, é a atriz Penélope Cruz que conquistou o mundo com sua indiscutível beleza. Dentre tantos filmes, atuou também em “Bandidas”.

Penelope

Mas, a estrela do que interessa aos fãs do automobilismo é o piloto de Fórmula 1, Fernando Alonso. O espanhol completa 30 anos no próximo dia 29.

F. Alonso

Bi-campeão de F1, Alonso é o terceiro colocado no Mundial de Pilotos da Temporada 2011 e, mesmo que não esteja fácil alcançar o líder, como ele mesmo admitiu, está disposto a lutar até o fim. Este é um piloto que sempre acredita, jamais joga a toalha. No ano passado, ele foi o único que demonstrou esperanças de lutar pelo campeonato quando acreditava-se que a Ferrari não tinha mais chances. E com talento e polêmicas, ele realmente esteve muito próximo de vencer a temporada. Que ele é agressivo, disso ninguém tem dúvidas, mas o que não podemos deixar de admitir é que ele é um grande talento. Para os que se recusam a admitir, ele prova isso a cada corrida.

 

Fernando Alonso

Portanto, Alonso, sem polêmicas lhe desejamos um Feliz Aniversário!

 



Escrito por thays.news às 12h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


GP DA ALEMANHA VEM AÍ: ALGUMA LEMBRANÇA?

No dia 24 de Julho será o Grande Prêmio da Alemanha que traz uma péssima lembrança para os brasileiros. Foi nesse GP que, no ano passado, ouvimos Rob Smedley falando: "Alonso is faster than you. Can you confirm you understand the message?" E Felipe Massa entregou a posição para o Alon$o. Minha opinião continua sendo a mesma: Está mais rápido? Então vem pra cima! Tenta passar, tenta!
Infelizmente Felipe optou por garantir o emprego e deixou o "companheiro" vencer aquele GP.
Foto: Getty Image

Levando em consideração que ele já havia sido demitido uma vez por não deixar um companheiro de equipe passar dele, o fato se torna compreensível até certo ponto.
Enfim, a briga este ano parece estar para o outro lado. A disputa entre os pilotos da RBR que parecia não existir mais, foi lembrada no GP da Inglaterra neste último domingo, 10/07. Webber, que vinha tentando tomar a segunda posição de Vettel, recebeu ordens de sua equipe para não lutar pela posição. O piloto não gostou nada da ordem, mas acabou obedecendo e ficou em terceiro. Após a corrida, ele se mostrou indignado com a situação, Vettel disse que ele estava certo em tentar a ultrapassagem e o chefe da equipe disse que era um risco desnecessário. Cada um com uma opinião e a da RBR prevaleceu para a tristeza do público. E o show nas pistas? Vai sempre ser controlado pelos interesses financeiros e políticos da F1?

Bom, vamos esperar o GP da Alemanha e ver no que dá. Espero que a história da Ferrari no ano passado não inspire mais equipes este ano para serem estraga prazeres nas pistas.


Escrito por thays.news às 16h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


BRASIL FORA DA COPA AMÉRICA. MAIS UMA DERROTA PARA A COLEÇÃO

"Com sufoco, a classificação foi garantida, mas é melhor não festejar antes da hora porque, que eu me lembre o jogo contra o Paraguai foi bem difícil e se não fosse o Fred, era uma vez a Copa América."
O trecho acima foi a última frase do meu post sobre o jogo Brasil x Equador. No jogo de ontem, contra o Paraguai, a Seleção Brasileira foi eliminada da Copa América para a decepção dos torcedores que tanto esperaram os gols.
O fato é que o Brasil jogou muito melhor que o Paraguai, mas quase fazer gol não é fazer gol. O quase não garante nada e foi esse "quase" que nos deixou na pior. Com muitas chances de gol, nossa Seleção não conseguiu balançar a rede no tempo normal do jogo. Foi para a prorrogação e a rede permaneceu imóvel. Finalmente foi para os pênaltis e aí sim vimos a rede balançar duas vezes. A rede de proteção lá atrás do gol, pois exceto a cobrança de Thiago Silva, todos os outros chutes foram pra fora. Elano chutou pra fora, Thiago mandou na mão do goleiro, André chutou pra fora e Fred, o salvador da Pátria no jogo anterior contra o Paraguai, chutou na cabeça do coitado que estava no lugar errado, na hora errada!
Neymar jogou muito bem, mas não fez gol, então acaba não valendo nada. Pato até tentou, mas a bola não o achava no começo do jogo. Depois ele esteve mais presente e apresentou reais ameaças aos adversários, mas também não marcou. Ganso ficou meio sumido no começo, depois tocou mais na bola e também teve o seu "quase gol", mas o goleiro Justo Villar defendeu e o Brasil permaneceu no zero. Robinho até jogou bem, mas houve momentos decisivos nos quais ele tomou a decisão errada. Ao invés de mandar pro gol, preferiu dar o passe e lá se foi mais uma oportunidade do Brasil. Neymar, Pato e Ganso foram substituídos e o resultado melhor que se esperava não veio. Elano pouco fez pela Seleção, Fred não foi atrás da bola e esta pouco chegou até ele, e Lucas nem deveria ter entrado. Maicon não conseguiu o bom desempenho dos últimos jogos, Lúcio jogou no seu padrão de qualidade, Júlio Cesar nem teve trabalho e Ramires jogou muito bem, mas sozinho não dava pra fazer nada.
Ao fim de tantos "quases", a Seleção volta da casa do inimigo com a derrota nas costas. Infeliz resultado para nós, alegria dos argentinos.
Aliás, vale lembrar que o técnico que não expulsou o jogador que fez seis faltas no Neymar, é argentino. E olha que no primeiro tempo do jogo, os paraguaios não tiveram dó e bateram pra valer. Assim não dá. A gente que torce e eles que ficam roxos.
Então, apenas para lembrar:
1. Fomos derrotados no Sub-17 e ainda tivemos que engolir outra derrota na disputa pelo terceiro lugar.
2. Perdemos o Mundial Feminino para os EUA que, ainda bem, sofreram a derrota para o Japão, agora campeão.
3. Perdemos também na final da Liga Mundial de Vôlei contra a Rússia e ficamos em segundo.
4. Fomos desclassificados nas quartas de final da Copa América após a derrota para o Paraguai.
Mas, chega de derrota. Ainda temos o futsal e tomara que esse traga algo de bom pra cá. Aliás, no jogo de ontem, também contra o Paraguai, vencemos de 3 x 1. Não foi uma vitória fácil, mas pelo menos saiu. A estrela do time, Falcão, não jogou bem e tomara que melhore nos próximos jogos...


Escrito por thays.news às 09h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


POR 4 X 2 BRASIL SE CLASSIFICA: FINALMENTE OS GOLS DE PATO E NEYMAR

Total adrenalina foi o que a torcida brasileira sentiu durante o jogo de ontem, 13/07, contra o Equador. O que parecia um time fraco, deu muito trabalho e chegou a eliminar o Brasil com placares de empate, mas Alexandre Pato e Neymar comandaram a Seleção rumo à classificação. Vamos ao jogo:
O primeiro tempo não teve tanta emoção, mas o primeiro gol de Alexandre Pato animou a torcida. Aliás, vamos combinar que a torcida brasileira estava meio fraca ali, hein?! Os equatorianos gritavam como loucos e os brasileiros: cri, cri, cri, cri... Aí veio o tão esperado gol do Brasil e ouvimos uma gritaria. Gritaria que pouco durou porque logo veio o gol do Equador, marcado por Caicedo. Que nome é esse??? Pior que o nome do atacante equatoriano só o frango do Júlio César. Esse é o único goleiro do qual eu não esperava um frango... Mas, aconteceu e todos estamos fadados a falhar. Ainda assim, continua sendo inaceitável. :D O primeiro tempo terminou no 1 x 1. 
 
FOTO: EFE
 
Já no segundo tempo, o Brasil veio mais ofensivo, assim como o Equador e foi aí que a verdadeira emoção (ou o verdadeiro desespero) começou. Brasil não conseguia manter a posse de bola e quando o Equador ameaçava, o coração batia mais forte. Foram longos momentos de aflição, até que Neymar decidiu trabalhar direito, fez o seu primeiro gol e comemorou com soco no ar, o que pra mim sempre será a comemoração mais bonita, que dá a sensação de "poder" ao jogador. Vencendo por 2 x 1 o Brasil se classificava, mas o Caicedo estava afim de fazer o Brasil cair cedo da competição, nos eliminando ainda na 1ª fase e fez o seu segundo gol. Detalhe: Mais um frango de Júlio César. Como assim??? Bom, a essa altura do campeonato (literalmente) bateu o desespero e o desânimo. Bastava um equatoriano triscar na bola e logo vinha o medo de eles fazerem outro gol.
O empate de 2 x 2 deixava o Brasil empatado como Paraguai nos pontos, nas vitórias (que não foi nenhuma) e no saldo de gols. Mas perdíamos pela quantidade de gols marcados.
Para fazer a festa, Pato mostrou serviço mais uma vez e fez o seu segundo gol, o terceiro da Seleção. 3 x 2 classificava o Brasil.
Momentos complicados deixavam a torcida canarinha aflita, mas o gol do Equador não saiu. Pelo contrário: Neymar aumentou a vantagem e garantiu nossa classificação em 1º lugar no grupo, o que nos leva a outro duelo contra o Paraguai. Vamos ver no que vai dar esse jogo.
Agora vamos analisar alguns pontos interessantes da partida:
1. Tinha argentino na torcida brasileira. Como assim??? Sabe-se lá por que, los hermanos se misturaram aos brasileiros com camisa da Argentina, claro, e estavam ali torcendo por nós. Era uma miragem?
2. Robinho jogou mal novamente e eu estava torcendo pela substituição dele desde o 1º tempo. O pior de tudo foi o azar dele. Quando, finalmente, ele conseguiu um bom lance e marcou o QUINTO gol da Seleção, o bandeirinha marcou impedimento e o juiz anulou o gol. Foi uma vergonha porque ele não estava impedido coisa nenhuma.
3. Ganso jogou um pouco melhor, mas teve suas falhas também. A impressão que tenho é de que ele estava preocupado e receoso de pegar a bola e perdê-la e, por isso, apenas tocava. Não corria com a bola. Apenas após o segundo gol de Pato, quando o time já estava mais confiante, ele começou a carregar a bola pra frente, mas não deu o show que gostaríamos de ter visto.
4. Tá, Neymar fez dois gols, mas ainda tem uma falha que precisa ser corrigida urgentemente: O desejo de cavar falta. Ele faz uma boa jogada e tem chance de chutar a gol, mas se encostarem nele, ele prefere se jogar no chão e pedir falta. Bom, na maioria das vezes não dá certo e ainda bem que ele não fez isso tantas vezes no jogo de ontem. No geral, jogou muito bem e deu motivo pra tanto clube querer contratá-lo. Mas, por que raios ele ficava correndo pra zaga? Até agora não entendi.
5. Maicon deu um show e criou jogadas espetaculares a nosso favor, claro. Pela lateral direita ele tomou conta do jogo e apareceu até mais que o próprio Alexandre Pato. No primeiro tempo deu raiva de ver ele tentando fazer gol lá da lateral ao invés de cruzar, mas depois ele viu que não ia dar mesmo e desistiu de tentar.
6. Lúcio foi o salvador da pátria em vários momentos. Quando ninguém segurava o Equador, ele chegava com tudo e tirava a bola de qualquer jeito. Sério, sem ele ali, com certeza o resultado não seria 4 x 2.
7. Mano Menezes: Afinal, o que leva um técnico a não comemorar um gol e ficar bebendo água tranquilamente, sentado? Não faço ideia.
O resultado que deveria ter sido uma bela goleada de 5 x 2, se o bandeirinha não estivesse vendo coisas, nos leva às quartas de final contra o Paraguai, no domingo, às 16h.
Com sufoco, a classificação foi garantida, mas é melhor não festejar antes da hora porque, que eu me lembre o jogo contra o Paraguai foi bem difícil e se não fosse o Fred, era uma vez a Copa América.


Escrito por thays.news às 09h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


RBR APRENDEU COM A FERRARI: ORDENS DE EQUIPE DECEPCIONAM WEBBER

Estava parecendo mocinha de novela até o momento, mas o encanto terminou com uma ordem da equipe RBR ao piloto Mark Webber que vinha atrás de seu companheiro, Sebastian Vettel, tentando lhe tomar a segunda posição no GP da Inglaterra. A equipe disse ao australiano que não tentasse ultrapassar Vettel. Conforme Webber, ele recusou as ordens por algumas vezes, ignorando o que ouvia no rádio. Mas, por fim, desistiu de tomar a posição do alemão. Alonso já tinha sumido à frente dos dois e só perderia a corrida se cometesse um belo de um erro, o que não aconteceu.

Webber reclamou da ordem e o diretor da RBR, Christian Horner, defendeu suas razões dizendo que não poderia arriscar perder 33 pontos, afinal, não podemos esquecer que o piloto não está disputando apenas para levar o título ao final da temporada, mas para dar o título à sua equipe, pois é ela quem lhe dá ou não todas as condições para vencer. Bom, dando ou não essas condições, uma ordem de equipe é sempre injusta, especialmente no caso da RBR que já dispara na frente no mundial de construtores. Não devemos, porém, desconsiderar o receio do diretor, afinal, tivemos no ano passado uma disputa que acabou mal para os pilotos e para a equipe. No GP da Turquia, o causador do acidente foi Vettel que tentava tomar a ponta, mas bateu em Webber que precisou fazer um pit stop e terminou a corrida em terceiro. O alemão abandonou a corrida e, através de gestos, insinuou que seu companheiro era "louco".

Uma solução seria: Deixar o povo brigar. Eles precisam estar conscientes dos riscos aos quais estão expostos e estão expondo a equipe. Se a equipe for prejudicada pela imprudência de um piloto, contrata outro. Não é a melhor solução, mas afinal de contas, não há uma que agrade a todos. O problema é que a equipe investe, trabalha, gasta, desenvolve e paga o salário do piloto. Deveria ser ela a prejudicada? Bom, apesar de tudo, continuo discordando do jogo de equipes. O próprio Vettel não desaprova as tentativas de Webber.

- Se fosse o contrário, é claro que eu tentaria ultrapassar Mark. Não vejo por que fazer tanto barulho com isso.

O desempenho de Fernando Alonso no GP foi espetacular. Largou bem, mantendo a posição, e ganhou posições no azar de Vettel. Quando os dois entraram nos boxes (Alonso atrás) eu falei: "Quando Alonso estacionar, o Vettel já vai estar saindo de tão rápido que é o pit da RBR." Só porque eu falei, não aconteceu. O macaco de trás do carro não funcionou, o mecânico teve que trocar e Alonso saiu na frente ganhando a ponta da corrida. E o Vettel com as fotos dos mecânicos no capacete... Deu azar.

Felipe Massa largou muito mal. Claro teve gente largando pior, mas estamos acostumados a ver o brasileiro largando sempre bem, ganhando posições logo nos primeiros segundos. Desta vez, ele não só não ganhou posição alguma, como perdeu uma. O Hamilton que largou em décimo e não sei como chegou tão rápido na sexta posição, logo ultrapassou Massa. Os dois ainda tiveram uma briga bonita na última volta e Hamilton levou a melhor. Tocou a Ferrari, mas Felipe não reclamou e disse ter sido uma disputa normal de corrida. Se ele não reclamou, nós é que não vamos reclamar. Vale lembrar um fato impressionante que talvez não se repita mais: Os pit stops da Ferrari foram excelentes e teve até parada de 3.2. Realmente, é momento pra eternizar porque não sabemos se isso se repetirá.

Button quase não apareceu nesta corrida. Foi notado apenas em três momentos: Na ultrapassagem sobre Massa na largada, em uma dividida também com o brasileiro, na qual jogou muito limpo, e no azar do pit stop. O inglês estava na terceira posição quando foi pra os boxes e o mecânico o liberou antes da hora. Button saiu com a roda dianteira direita solta e abandonou a prova. Sem pontuar, perdeu a vice-liderança do campeonato.

Hamilton fez uma corrida muito boa, ultrapassando um atrás do outro, mas como isso é o normal dele, não há novidades a avaliar, então vamos pular para outro ponto.

Os mecânicos tiraram o dia para errar. Aqueles bonitinhos que liberam a saída dos pilotos (os homens do "pirulito") devem estar fazendo greve. Vai ver atrasaram os salários porque além do erro com Button, também liberaram Kobayashi antes da hora e o piloto acabou tocando Maldonado. Koba foi punido por isso. E é esta a novidade do fim de semana: Punição diferente, finalmente. Uma punição muito cruel é a Stop & Go, na qual o piloto tem que entrar nos boxes, estacionar o carro, aguardar 10 segundos e então pode sair. Isso foi o que aconteceu com Kobayashi (que pagou o pato pelo erro do mecânico) e com Schumacher por um toque em Koba. E Schumi reclamou que a punição não precisava ser tudo isso. Pelo menos saiu da rotina do drive through. Mas, que essa punição é cruel, é. Realmente exageraram, pois houve casos piores que mereceram isso, mas os comissários passaram a mão na cabeça. Fazer o que?

No final de toda a loucura, a classificação em nada se parece com o grid de largada:

1. Fernando Alonso

2. Sebastian Vettel

3. Mark Webber

4. Lewis Hamilton

5. Felipe Massa

6. Nico Rosberg

7. Sergio Pérez (olha só quem está aqui!)

8. Nick Heidfeld

9. Michael Schumacher

10. Jaime Alguersuari

 



Escrito por thays.news às 08h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


DOMINGO DE ALEGRIAS E DECEPÇÕES PARA O FUTEBOL BRASILEIRO

Esse foi um domingo de sufoco e foi preciso fôlego pra aguentar tudo o que aconteceu no futebol. Em resumo, o que aconteceu foi o seguinte:

1. A Seleção feminina perdeu para a Noruega por 3x1. Feminino é assim mesmo, né? Mulher não nasceu pra futebol.

2. A Seleção Brasileira goleou a Venezuela por 4x0, como já era de se esperar.

3. Seleção Sub-17 perdeu para o Japão por 2x1 nas quartas de final e está eliminado do Mundial Sub-17. Time ruim é assim mesmo.

Agora, vamos deixar a mentira de lado e admitir o que realmente aconteceu. A vitória tão esperada sobre a Venezuela NÃO ACONTECEU!!! Ficamos num vergonhoso empate 0x0. A Seleção feminina fez um jogaço e venceu a Noruega por 3x0. E a Seleção do Sub-17 está classificada para as semifinais do Mundial!!! Se a Seleção principal não fez o que devia, as outras nos encheram de orgulho porque, vamos admitir, a seleção feminina jogou muuuito e no Sub-17, lá estava o Adryan fazendo o show dele mais  uma vez. Onde esse menino vai parar hein?! Mano, olha um aqui pra fazer o que o Robinho não tá fazendo! Leva ele!!!

Vamos por partes:

A Seleção feminina fez uma partida de impressionar. Quem assistiu vibrou com cada drible e cada comemoração de gol. Marta mostrou mais uma vez porque é a melhor do mundo (eleita por cinco anos consecutivos)! No segundo tempo, então, começou humilhando. Essa é a palavra: Humilhando. O que aconteceu foi que logo no primeiro minuto, Marta arrancou e deu o passe na medida pra Rosana que tocou no cantinho e marcou o segundo gol do Brasil. O primeiro gol tinha sido adivinha de quem!! Da Marta!! Mas, o que mais impressionou foi uma bobeira que a Seleção Norueguesa deu entregando a bola pras brasileira novamente, desta vez, pra Marta marcar seu segundo gol aos três minutos do segundo tempo. O resto era só festa. Mulher nasceu pra futebol sim!

A Seleção principal masculina foi pra um jogo contra a Venezuela e tanto a torcida quanto o time estavam cheios de expectativas. Tá, peraí. A verdade é que todo mundo achava que a vitória estava certa mesmo que a vantagem do Brasil sobre este time tenha sumido nas duas últimas partidas (agora, três últimas). Em resumo, a história foi essa:

1. Robinho não fez o que tinha que fazer. Resultado: Saiu do campo sob as vaias da torcida (tenho até dúvidas quanto a isso).

2. Neymar não chutava no tempo certo e perdia o melhor momento pra mandar pro gol. Resultado: Perdeu todas as oportunidades de gol.

3. Alexandre Pato sempre chegava perto de marcar, mas chegar perto não é suficiente. Chutou, finalizou, mandou na trave, conseguiu escanteio, mas... NADA DE GOL! Resultado: Não abriu o placar e foi substituído injustamente, penso. Tudo bem que o patinho só tava dando patada e, em alguns momentos, fazendo patetice, mas ele era o único que tava jogando alguma coisa!!!

4. Paulo Henrique Ganso (o paraense do qual eu sou puxa saco porque sou de Belém) não jogou nada, aliás quase nem tocou na bola. Resultado: Nenhum! Simples: Não deu resultado nenhum. Ah, Ganso! Não me faça uma vergonha dessas... :D

O início do primeiro tempo até nos iludiu. Pensamos que realmente seria aquele resultado tão esperado. Mas, parece que a pilha foi descarregando, os jogadores foram ficando mais lentos, as jogadas espetaculares que nos levariam aos gols sumiram e tudo foi virando um desânimo inevitável.

Robinho foi substituído, tudo bem. Ramires se machucou e também teve que sair pra entrada de Elano. Mas, tirar o Pato pra colocar o Lucas? Aí não dá!! Tá, a torcida pedia o Lucas e ele ia fazer um bom trabalho ali sim, mas NÃO NO LUGAR DO ALEXANDRE PATO. Aí pronto. Saiu o único que tava ali jogando futebol porque o resto tava jogando pelada. Na saída, a torcida vaiava, claro, não gostando nada da substituição. É aí que está minha dúvida. Quando Robinho saiu, foi vaiado porque não jogou bem ou porque a torcida queria ele em campo? Do jeito que ele tava jogando, acho que foi vaia de críticas a ele mesmo e não ao Mano Menezes. Vai saber...

Já no Sub-17, quem apareceu mais uma vez foi Adryan que vem garantindo seu espaço com tanto talento. O jovem tem se destacado na Seleção e, nas quartas de final, contra o Japão, marcou mais um gol que garantiu a classificação brasileira. O jogo terminou nos 3x2 com a Seleção passando o maior sufoco e, se não fosse o gol do Adryan, teria ficado no empate. Aí, tava todo mundo na roça!

No globoesporte.com, o título da matéria sobre o jogo Brasil x Venezuela foi UM DIA DE CÃO. Sério, eu ri!! Esse foi realmente um dia de cão.  Foi tudo uma loucura só e, pra completar, teve literalmente um cão passeando pelo campo. Essa foi a graça do jogo. Esse cachorro foi mais estrela que Ganso, Neymar e Pato juntos! Mas, o que eu me pergunto até agora é: de quem é aquele cachorro?



Escrito por thays.news às 09h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


LIGA MUNDIAL DE VÔLEI: BRASIL PERDE A PARTIDA, MAS NÃO A LIDERANÇA!

A Liga Mundial está rolando e nesse fim de semana o Brasil se deu mal. É uma maneira meio brusca de iniciar um texto, mas foi isso mesmo que aconteceu. Bem, o Brasil ganhou a primeira partida dos EUA, mas perdeu no domingo por 3x1. Certo, pode ser que estejamos cobrando demais da Seleção, mas o Brasil não é eneacampeão? Então, vamos lá, Brasil!

Foi um resultado ruim considerando a partida excelente. Vimos uma Seleção confiante, consistente e campeã! Brasil perdeu o 1º e o 2º set, mas deu trabalho pros Estados Unidos. O terceiro set animou a torcida brasileira porque foi vencido com uma boa folga pelos brasileiros.

O 4º set foi difícil e a disputa ocorria ponto a ponto. Quando pensávamos que a diferença ia aumentar, eles empatavam e vice-versa.

A partida não acabava, o coração batia mais forte, o bloqueio brasileiro funcionava, JP Bravo explorava o bloqueio adversário, Murilo cortava, Serginho salvava, Marlon distribuía bem a bola, Lucão brigava com Bernardinho, Sidão mantinha o ânimo da equipe, enfim, TUDO ACONTECEU!!! E nada disso adiantou! É, realmente tudo aconteceu, menos a vitória do Brasil. Todo o esforço acabou não sendo suficiente e os americanos levaram a melhor nesta segunda partida.

Agora, eu pergunto: E daí?? Ainda estamos no campeonato e continuamos na liderança!!



Escrito por thays.news às 13h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


GP DO CANADÁ: RED FLAG VIROU MANIA?

Outra corrida absolutamente surpreendente foi a de ontem, o GP do Canadá. Era gente batendo (adivinhem quem!), outros passando reto nas curvas, cortando caminho, uns perdendo posição por bobagem, outros ganhando duas posições de uma só vez, também por bobagem (dos outros)... Enfim, foi uma adrenalina que merece bis. Que venham outras corridas emocionantes desse jeito!

Mas, vamos a alguns detalhes. Pra quem assistiu e pra quem não assistiu. Bom, na verdade, ninguém assistiu né?!!! Ainda bem que a SporTV passa o VT. Resumido, mas passa. Então, lá vai.

Tudo começou bem com Vettel na frente pra variar um pouquinho, Alonso em segundo e Massa logo atrás. Na largada, todo mundo no mesmo lugar. Estava chovendo e a largada foi a pior da temporada: Com Safety Car! A relargada não é tão emocionante, mas fazer o que?

Logo, as coisas começaram a ficar bagunçadas: Alguém bateu em alguém. Quem terá sido? A vítima foi o Webber que largou em 4º. Ele ficou com o carro virado no sentido inverso da pista e, quando fez a manobra pra voltar, ficou em 14º. Legal, né? É, foi ótimo e adivinhem quem foi o piloto que bateu! Quem, quem? Quem? Hamilton! Tinha que ser o Chaves!

E Hamilton é bem afobadinho, né? Ele fez a mesma pressão pra ultrapassar Button, mas ficou entre o companheiro de equipe e o muro. Desta vez, ele saiu prejudicado com a suspensão quebrada e acabou abandonando a prova. Será que serve de lição? Não sei não...

A chuva começou a passar e Alonso foi trocar os pneus pra intermediário. Só que parecia que ia chover mais... E eu pensando: "Será que dessa vez o Felipe Massa vai ter sorte? Será um sonho?" E não é que ele teve sorte mesmo? Não trocou os pneus e a chuva voltou forte! Alonso teve que trocar de novo e ficou lááá atrás da fila.

O Safety Car entrou de novo e dava pra ver que a chuva tinha aumentado muito, ou melhor, não dava pra ver. Sem exageros, só se via um branco na tela da TV, mesmo em HD :D. Não teve jeito: Red Flag! Interrompida a corrida, haja espera... O GP começou as 14h, pontualmente como sempre. A corrida só teve a relargada lá pelas 17h. Sabe como???? Não? Com Safety Car na pista, claro. Era muito necessário, afinal, o circuito virou uma piscina e os pilotos tinham que se acostumar com as poças que sobraram.

Aí era a vez do Alonso aparecer um pouquinho mais. Ele andava apagadinho neste GP. Button acabou tocando o espanhol que foi parar no muro e ficou com as rodas suspensas. Coitado... Não conseguiu sair dali. Ele merecia a oportunidade de continuar a corrida, mas foi como um "atolamento ao contrário". Azar. Depois da corrida ele disse: "Deu tudo errado". Eeeeepa!!! Esse posto é do Felipe Massa. Nem tenta tomar dele porque você nem chega aos pés do brasileiro! Alonso, não vem que não tem. Não vou fazer o post "Tudo acontece com Fernando Alonso" pra você. Essa posição de "honra" é do Felipe Massa. hehe

Legal. Já apareceram Hamilton, Alonso e Button. Tá faltando alemão aí, não é? Então, tá. O heptacampeão apareceu desta vez. Não, não é um sonho! Kobayashi e Massa estavam numa guerra pela segunda posição. Massa tentava ultrapassar e Koba tentava manter. Deram bobeira, abriram demais na curva eeeee: Schumacher ultrapassou pela esquerda e SE MANDOU! Ele nem deu chance dos outros pensarem. Passou mesmo e foi embora. Felipe conseguiu ultrapassar Kobayashi, mas continuou em terceiro. Azar, Felipe. Azar. 

Pulando pro fim do GP que foi a outra parte interessante, quem apareceu foi Vettel! Tava demorando, mas finalmente o astro surgiu. Pena que não foi como a estrela da corrida. Ele estava correndo muito devagar e Button se aproximava, tirando 1,5 seg a cada volta. Olha, vale ressaltar aqui, que Button bateu duas vezes (Alonso e Hamilton) e fez SEIS pit stops (um deles, punição). Como ele chegou lá? Boa pergunta!! Só sei que ele chegou perto o suficiente pra usar o DRS. Mas, acabou nem sendo necessário. Vettel viu a ameaça e acelerou o máximo que pôde. Dava pra ver que ele estava no limite, usando a zebra ao máximo, chegando perto do muro. Era tudo o que ele podia fazer pra se manter. Estavam na última volta quando ele acabou escapando na curva e Button passou. Sem comentários.

Olha, não tem outra palavra pra explicar isso que o Button fez. A única possível é TALENTO. Definitivamente é um piloto pra ser admirado e respeitado, principalmente porque além de bom, é humilde.

Sem brincadeiras ou críticas, a verdade é que temos que parabenizar Button pela corrida que ele mesmo disse ter sido a melhor da vida dele!

Ah! Já ia esquecendo: Como alegria de "pobre" dura pouco, Felipe Massa deu um azar ao sair do trilho seco da pista. Perdeu o controle do carro, bateu no muro, teve que fazer um pit stop pra trocar o bico do carro e chegou em sexto. Mesmo com esse azar, ele fez algo espetacular no final. Ultrapassou Kobayashi (de novo ele) em cima da linha de chegada. A diferença foi mínima e o trecho teve que ser mostrado em câmera lenta pra gente entender. hehe Foi bonito de se ver.

PS: pobre entre aspas porque um cara que ganha milhões por mês, de pobre não tem nada! Bora Felipe! Faz valer a pena esse salário que torcida é o que não falta!



Escrito por thays.news às 09h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


GP DE MÔNACO: CONFUSÃO TEVE ATÉ RED FLAG!

O GP de Mônaco foi uma loucura só. Não é a toa que é meu preferido! Nas posições, nada de muita surpresa, mas teve gente que aprontou cada uma...

Tenho um post que fala dos azares do Felipe Massa: É o Tudo acontece com Felipe Massa. Depois que o brasileiro entregou a posição pra Alonso, veio outro post: Com Felipe Massa acontece tudo e mais um pouco. Acho que agora vou ter que fazer um novo: Felipe Massa precisa trocar a cueca. Parece que a tal cueca da sorte só dá azar porque nunca mais vi ele ganhar. Nem me lembro da última vez... Mas, vamos ao que aconteceu neste domingo. Ele ia num ritmo bom e essa era uma excelente corrida pra ele. Vinha fazendo ultrapassagem e mantendo bom tempo. Maaas...

Olha, tenho que admitir: Eu admiro muito o Hamilton. É um piloto de talento excepcional. Mas, desde o ano passado tenho um certo receio. Sempre que ele chega atrás, eu penso: Já era! Esse já era tem duas opções: 1. Já era pro piloto da frente, coitado, que vai perder posição. 2. Já era pro piloto da frente, coitado, que vai ser batido.

Como Felipe Massa é um “mestre da sorte”, com ele aconteceu os dois. Hamilton tentou ultrapassar Massa na curva Loews, a mais fechada do circuito. Jogou o carro sem dó pra cima do brasileiro encaixando a roda dianteira direita entre as rodas esquerdas da Ferrari. Acabou levando Massa a bater em Webber e era uma vez a asa dianteira... Felipe não conseguia virar o carro e, no túnel, acabou batendo e abandonando a prova. Desobediente esse carro! Hamilton foi punido com uma passagem pelos boxes.

Se parasse por aí, tudo bem. Tudo bem nada, tinha que ter uma punição pior! Com punição pior ou não, não parou por aí. Hamilton ainda tirou da prova Maldonado. O inglês da McLaren foi por dentro da curva e não deixou espaço pro coitado que abandonou também. Merecia mais punição, não? Bom, desta vamos falar depois.

Acontece que Hamilton ainda se envolveu em outro acidente. Foi uma salada de carros no S da Piscina quando Alguersuari e Petrov bateram e abandonaram também. Tá, dessa vez Hamilton parece que foi só figurante. Parece! O safety car entrou? Sim, mas logo a bandeira vermelha apareceu interrompendo a prova. Mas, essa parte também vai para o To Be Continued...

E a confusão que faz um carro da STR hein?! O bonitinho bate e a gente pensa que é RBR. Até os mecânicos da RBR se assustaram com a batida! É cada uma mesmo...

Vettel, por mais incrível que pareça, teve uma real ameaça de perder a primeira posição e tudo por causa do desgaste dos pneus. Já no fim da corrida, ele estava com pneus tão desgastados que Alonso e Button vinham com tudo atrás dele. Mas, a questão é: Não era mais negócio o Vettel fazer um pit e correr atrás do prejuízo depois? Se ele tivesse parado quando Alonso estava a 2,3seg e Button a 10,6seg, teria conseguido chegar neles de novo, afinal, com pneus novos, o carro dele é imbatível. Logo Button chegou nos dois e eles ficaram numa guerra de quem erra por último. Dez centímetros de erro... e já era!

Mas, as coisas não foram bem assim. Retomando o To Be Continued mencionado há três parágrafos, a interrupção da prova mudou tudo. As vantagens de uns sumiram, as desvantagens de outros também. Teve gente consertando carro, McLaren trocando bico (quando eu digo “teve gente” também era a McLaren) e até troca de pneu foi autorizada. Isso tirou a emoção que tinha antes da red flag, mas tudo bem. A ameaça de Vettel foi para o brejo e ele venceu tranquilo seguido de Alonso e Button.

Foto: AP

No final da história, o resultado foi quase justo. Quanto ao Hamilton, ele foi sim punido pela batida em Maldonado, mas só após o término do GP. E todo mundo sabe que punição durante corrida é drive through e depois da corrida são 20 segundos. Pelo menos em 99,99% das vezes. Alguém avisa pros comissários mudarem o cardápio?! Bem, o piloto foi punido com... Que rufem os tambores... 20 segundos! “E daí?” E daí que ele não perdeu posição nem nada!!!

Pra piorar a situação, Hamilton ainda reclamou que os comissários tinham alguma “perseguição” com ele, pois sempre o puniam. Disse que tinham preconceito por ele ser negro! O que??? Para com isso Hamilton! Eu nem lembrava que ele era negro. Ele que me lembrou disso! Será que a FIA ia injustiçar o cara pela cor da pele? Ninguém tá nem ligando pra isso!!! Ninguém nem repara! E se for pra ter preconceito, pode punir o Vettel porque ele é muuuito branco! Haha

Desse jeito, vou ter que criar um post pro Hamilton: Tudo Eu! Tudo Eu!

Bom, pra ele não ficar de vilão, vale finalizar dizendo que ele pediu desculpas pela reclamação.

Agora sim, muito bem. Pelo menos isso!



Escrito por thays.news às 10h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


BRASIL, SEM RITMO DE ENEACAMPEÃO, VENCE PORTO RICO NA LIGA MUNDIAL DE VÔLEI

Começa a Liga Mundial de Vôlei e o Brasil segue com a soberania da última década. Soberania esta que quase foi arruinada na segunda partida contra Porto Rico, no sábado, 28/05.

A partida foi marcada pelo retorno de Gustavo à nossa Seleção. Claro, não foi um espetáculo de cortadas e bloqueios, mas ele fez um bom trabalho. Assim como na partida de sexta feira, no sábado o Brasil começou até bem, com vantagem, mas Porto Rico dava trabalho. A bola não caia e a disputa foi ficando bonita. Mesmo com Porto Rico segurando a bola de todo jeito, no final do primeiro set foi o ataque de Gustavo que garantiu o 1x0 para a equipe de Bernardinho.

Foto: FIVB

O segundo set começou a mostrar complicação.

Em alguns momentos não dava pra saber se era Vôlei ou Par ou Ímpar. Numa jogada forte dos adversários, Giba fez uma recepção espetacular e Serginho quis tomar o lugar do levantador dizendo: “Sai, sai”.  O menino obediente deixou a bola para o líbero, mas....... Serginho não levantou a bola. O que??? Pois é. Ele pediu a bola e parece que se arrependeu. Ficou parado olhando a bola cair. Este líbero parece que estava em um dia ruim. Logo após essa mancada, ele deixou de recepcionar a bola que vinha de um saque tranquilo e foi assim que Porto Rico passou à frente no placar.

E os erros se seguiam numa tristeza de dar dó. Era bloqueio que jogava a bola na rede, era gente querendo tirar par ou ímpar pra pegar a bola, era gente cortando pra fora, era o Gustavo pisando na linha na hora do saque, era Porto Rico fazendo ace. Peraí!!! Ace???? Como assim??? Bom, sem comentários.

Os erros foram muitos, isso é fato. A Seleção parecia estar desanimada neste segundo set e mal imaginavam o que estava por vir no terceiro: Porto Rico abriu vantagem e chegou a marcar 7/4. Mas, isso não evitou a vitória neste set assim como no segundo, garantindo ao Brasil a liderança do Grupo A.

Polônia e EUA têm uma vitória cada e estão empatados no segundo lugar. O próximo confronto do Brasil será nos dias 4 e 5 contra a Polônia e este vai ser no Brasil. Agora eu quero ver se vai ser difícil!!! Com essa torcida enlouquecida daqui, duvido!

 



Escrito por thays.news às 09h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Confira também
 Follow Esporte Vision